Miliciano morto já havia estado em vaquejada em Sergipe
13 de fevereiro de 2020
Luciano otimista com melhoria financeira de Sergipe
13 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

História de “Dona Bebé do Oratório” vai virar filme

O filme se fundamentará no livro escrito pelo Padre Isaías Nascimento

A história de Genésia Fontes, mais conhecida como “Dona Bebé do Oratório” vai  irar filme. Parceira da produção audiovisual, a Prefeitura de Riachão do Dantas, terra natal da homenageada, divulgou um convite aos os interessados em atuarem como figurantes/voluntários. A seleção acontecerá na próxima segunda-feira (17), no Salão de Serviço de Convivência e podem participar crianças de oito a 10 anos, jovens de 16 a 21 anos, além de adultos e idosos.

O filme sobre a fundadora do hoje Oratório Festivo São João Bosco, em Aracaju, se fundamentará no livro “Dona Bebé do Oratório”, escrito pelo Padre Isaías Nascimento e lançado, em dezembro passado, pela Editora Diário Oficial de Sergipe – Edise. A obra literária conta a história de Genésia Fontes, nascida em 22 de setembro de 1890, em Riachão do Dantas.

Começou numa choupana

De família simples, já em sua juventude, dona Bebé demonstrou interesse, dedicando-se aos cuidados e educação de crianças e adolescentes de classe baixa e órfãos. O trabalho dela em favor dos pobres começou no ano de 1914, em uma choupana, construída com o auxílio de doações de pessoas da comunidade. Em 4 anos, o espaço já abrigava cerca de 300 crianças e adolescentes que recebiam orientação educacional, religiosa e musical, além de servir como internato para órfãos.

No livro, padre Isaias conta que auando Dona Bebé envelheceu passou a ter dificuldades para seguir com as atividades, tendo pedido ajuda ao bispo de Aracaju, Dom Fernando Gomes. Este conseguiu que a Congregação das Irmãs Ministras dos Enfermos de São Camilo (Camilianas) aceitasse a proposta. Em 1952, as Irmãs assumiram a Obra ao lado de Dona Bebé.

Atualmente, o Oratório Festivo São João Bosco – popularmente conhecido como Oratório de Bebé – desenvolve o projeto social “Sinfonia, Cultura em Arte”, oferecendo reforço escolar, oficinas artísticas, culturais e esportivas, assistência espiritual, odontológica a 65 crianças e adolescentes.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *