Projeto SOS Abelhas é destaque nacional
6 de fevereiro de 2020
Liminar proíbe desconto previdenciário pelo governo
6 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

Senador Alessandro vira saco de pancadas

O senador Alessandro diz que críticos não têm vergonha na cara

O senador e delegado Alessandro Vieira (Cidadania) vem sendo muito criticado em função da pesquisa encomendada pelo partido para ajudá-lo a definir a delegada de Polícia Danielle Garcia como pré-candidata a prefeita de Aracaju. Vieira disse que “falta vergonha na cara” de quem critica a pesquisa: “Esse é um mal que aflige muita gente em Sergipe”, discursou. O Também delegado Paulo Márcio (DC) reagiu com dureza aos ataques de Vieira contra os críticos da consulta: “Ele confirma a natureza despótica e o autoritarismo que lhe são característicos”, fustigou.

Outro que anda por aqui com o senador é pré-candidato a prefeito de Aracaju e presidente do PTC, Juraci Nunes. Ele disse que Alessandro Vieira tem revelado a “face autoritária e antidemocrática na condução de suas ações políticas”. Juraci ficou invocado porque não teve seu nome incluído na pesquisa do Cidadania. A vereadora aracajuana Emília Corrêa (Patriota) também não engoliu a consulta popular, porém não fez crítica direta ao senador. Disse apenas que não confia em pesquisas. Ela também não prestigiou o lançamento de Danielle como prefeiturável.

Sandália da humildade

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (MDB), também critica a forma como Alessandro faz política. “Acho que ele deveria calçar a sandália da humildade. Alguém precisa dizer ao senador que não é só ele quem é honesto”, fuzilou. O emedebista criticou, ainda, a atuação do líder do Cidadania no Senado: “Até agora só se ouve dele sobre lava-toga”, frisou, referindo-se à tentativa do senador de instalar uma CPI contra ministros do Supremo Tribunal Federal.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *