Cidadão Kane
14 de agosto de 2017
Flexibilizar as diretrizes curriculares: um estímulo às práticas inovadoras
14 de agosto de 2017
Exibir tudo

Maruim é campeão do Torneio de Futsal Gay

A Seleção Gay de Maruim sagrou-se campeã e levou um prêmio de R$ 200

A Seleção de Maruim conquistou a 1ª edição do Torneio de Futsal Gay. Além da campeã, participaram da competição as equipes de Japaratuba, Divina Pastora, Santo Amaro das Brotas e General Maynard. Realizado, sábado último, no Ginásio de Esportes do Sesi, em Maruim, o evento visou alertar a população sobre atos homofóbicos nos esportes e em diversos meios sociais.

A grande final foi disputada pelas equipes de Maruim e Japaratuba em uma partida muito equilibrada. O artilheiro da competição com quatro gols, Alef Santos, marcou para Maruim e garantiu o título com o placar mínimo para a vitória diante da forte equipe do município de Japaratuba. Com o título, as melhores equipes foram premiadas com troféus e medalhas. Além disso, a equipe campeã ganhou R$ 200 em espécie.

Segundo o organizador e goleiro da seleção de Maruim, Edenilson da Soledade, o “Maxixão”, o Torneio de Futsal Gay transmitiu uma importante mensagem contra a homofobia: “Não houve atrito entre os atletas. Houve sim, muito respeito pelos adversários em quadra, mas parceiros na vida. Além disso, conseguimos arrecadar meia tonelada de alimentos, que serão distribuídos às famílias carentes da comunidade do São Vicente”, confirmou.

O prefeito de Maruim, Jeferson Santana, parabenizou os atletas e manifestou a alegria em prestigiar um evento de grande cunho social. “O município tem incentivado à prática de diversas atividades esportivas como vôlei, futebol, futsal, basquete, xadrez, skate entre outros. Mesmo naqueles eventos, o apoio não deixa de existir por parte da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Mais uma vez, parabéns aos atletas e a prova do sucesso é ver o ginásio do Sesi lotado”, destacou Jeferson.

Homenagem

Na quadra foi estendida um faixa em homenagem ao saudoso professor Gilvã Cardoso, que foi vítima da homofobia. Ele foi assassinado em janeiro de 2016, em sua residência, em Maruim.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *