Radisson hotel troca de dono
3 de dezembro de 2019
Iran ajuíza Ação Popular contra desinvestimentos da Petrobras
3 de dezembro de 2019
Exibir tudo

Grupo de pesquisa discute derramamento de óleo

Foram apresentadas as análises feitas pelos órgãos ambientais sobre o acidente

Com o objetivo de debater sobre o derramamento de óleo na costa do Brasil, autoridades, pesquisadores e estudantes da Universidade Tiradentes participaram de um encontro que foi além de uma discussão e a busca por responsáveis pelo desastre ecológico. Organizado pelo grupo de pesquisa Professora Jane Nascimento, registrado no CNPq (vinculado à Unit) e coordenado pelo professor e procurador do estado, Agripino Santos, o evento “Mancha de óleo no litoral sergipano” visou a apresentação das análises e descobertas já feitas pelos órgãos ambientais. Em Sergipe, 34 localidades ainda apresentam pontos oleados.

“Nos preocupamos em trazer a equipe que está diretamente vinculada a esse enfrentamento para uma discussão que é de interesse da sociedade. Conseguimos reunir pessoas extremamente capacitadas, que toma decisões e que por isso mesmo são as mais indicadas para nos colocar a par da realidade dos fatos e das providências que devem ser tomadas”, disse a professora  Emannuely Santos.

Além da mortandade de espécies, o desastre ambiental impactou e paralisou a vida de quem vive da pesca artesanal e venda de peixes de mariscos.  “Esse é um debate imprescindível em razão dos problemas que toda a sociedade vem enfrentando, especialmente as pessoas que direta ou indiretamente sobrevivem da pesca ou residem na região costeira”, avaliou Valter Negreiro Silva, graduando em Direito e membro do grupo de pesquisa.

Fonte e foto; Ascom/UNIT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *