Governo atrai quatro novas indústrias para Sergipe
1 de junho de 2015
Lançado edital para seleção artística do Arraiá do Povo
1 de junho de 2015
Exibir tudo

Governo atrai quatro novas indústrias para Sergipe

A folha de pagamento do setor recuou 0,8% de um mês para outro

Em breve quatro novas indústrias estarão se instalando no interior do estado. Aprovados durante a última reunião do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), realizada na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), os empreendimentos serão localizados nos municípios de Lagarto, Estância e Nossa Senhora do Socorro. Juntas as novas empresas vão investir R$ 10,5 milhões e gerar 100 novos postos de trabalho em suas localidades.

Entre as novas indústrias, uma será instalada em Lagarto para o beneficiamento de vidros e outra se instalará no município de Estância, onde produzirá portas, rodapés e armários em madeira. As outras duas, que irão para o Distrito Industrial de Socorro vão produzir, distintamente, polpas de frutas e peças industriais de aço para atender a indústria de móveis e a automotiva.

Além dos projetos recém-aprovados, o CDI também acatou a solicitação de uma empresa já instalada no município de Estância e que quer realocar sua unidade dentro do próprio distrito industrial, e de outras duas que solicitaram a prorrogação do prazo dos incentivos concedidos pelo Governo do Estado, através do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI).

O Governo busca ainda, garantir a instalação de indústrias já em funcionamento, por meio da extensão de incentivos e prazos. “Esses incentivos possibilitam a geração de empregos e renda de forma direta, além de criar relações de consumo com ofertantes já existentes em nosso mercado local” acrescenta o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Chico Dantas, ressaltando que a política adotada pelo Governo do Estado tem como base a geração de emprego e renda, uma das prioridades estabelecidas no governo Jackson Barreto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *