Golpe ameaça compras para o Dia dos Namorados
10 de junho de 2019
Número de jovens no ensino médio sobe de 61% para 68,7%
25 de junho de 2019
Exibir tudo

Estácio de Sergipe agora é Centro Universitário

Segundo o diretor Bruno Antunes, com esse título, a Instituição passa a ter a prerrogativa de maior autonomia para a criação de novos cursos

A Estácio de Sergipe, com 17 anos de funcionamento no munícipio de Aracaju, recebeu do Ministério da Educação o status de Centro Universitário. Com a alteração da organização acadêmica, a Instituição ganha maior autonomia e confirma a qualidade de sua atuação.

No Brasil, as instituições de ensino superior são credenciadas como Faculdades, Centros Universitários ou Universidades. Cada um dos três níveis de organização acadêmica pressupõe atribuições, compromissos, graus de autonomia e prerrogativas diferentes.

“Essa avaliação do MEC só ratifica o que todo o corpo acadêmico da Instituição – professores, alunos e administrativos – vivenciam diariamente em nossas instalações: um projeto pedagógico inovador, atualizado com as necessidades do mercado e que possibilita ao nosso egresso um bom nível de empregabilidade. Além dos alunos, que ganham a chancela de Centro Universitário, também ganha a sociedade sergipana, pois, com esse título, a Instituição passa a ter a prerrogativa de maior autonomia para a criação de novos cursos”, diz Bruno Antunes, diretor do campus  e que assume agora como reitor da Instituição.

De acordo com o Decreto 9.235/2017, os Centros Universitários se caracterizam pela excelência do ensino oferecido, comprovada pela qualificação do seu corpo docente e pelas condições de trabalho acadêmico oferecidas à comunidade escolar. Como já atendia a esses requisitos, a Estácio de Sergipe pleiteou, junto ao Ministério da Educação, a transformação de sua organização acadêmica para Centro Universitário.

O Centro Universitário, assim como a Universidade, oferece cursos de graduação em vários campos do saber e tem autonomia para criar novos cursos de graduação e ampliar a oferta de vagas. Como requisito, a Instituição precisa ter, no mínimo, um terço do corpo docente com titulação de mestrado ou doutorado e, pelo menos, um quinto dos professores contratados em regime de tempo integral.

Destaca-se que diversos requisitos foram cumpridos para que a Estácio de Sergipe fosse considerada apta a se tornar um Centro Universitário, incluindo uma visita de avaliação da Instituição, realizada por uma comissão de avaliadores do INEP/MEC, atestando a excelência da Instituição que acaba de ser credenciada como Centro Universitário por meio da Portaria nº nº 1203/2019, publicada no Diário Oficial da União no dia 21 de junho de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *