Confiança vence Fortaleza pela Copa Nordeste
23 de fevereiro de 2020
Turistas devem visitar o Palácio Museu Olímpio Campos
25 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

Corpo de Bombeiros está presente em 10 municípios

Neste Carnaval o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) está atuando em 10 municípios sergipanos. Ao todo, estão sendo empregados 180 homens para desenvolver os serviços de guarda-vidas na capital e em outros nove municípios: Barra dos Coqueiros, Porto da Folha, Campo do Brito, Estância, Itaporanga D’Ajuda, Canindé do São Francisco, Nossa Senhora do Socorro, Telha e Amparo do São Francisco.

Os trabalhos preventivos nas festas carnavalescas começaram neste sábado (22) e só terminam na terça-feira (25). Além de sinalizar e patrulhar as áreas de risco nas praias, balneários, barragens e margens do Rio São Francisco, os bombeiros orientam banhistas quanto aos riscos no local e auxiliarão às equipes de serviço ordinário nas atividades de combate a incêndio, busca e salvamento. Também está sendo prestado apoio a 98 guarda-vidas civis contratados pelos municípios.

Efetivo extra

Em Aracaju, o efetivo extra está atuando na Orla Pôr-do-Sol e nas praias da Coroa do Meio, Atalaia e Aruana. Os bombeiros também estão na Praia da Costa (Barra dos Coqueiros); nas praias do Abaís e do Saco e povoados Farnaval e Miranguinha (Estância); na praia da Caueira (Itaporanga), na Prainha do povoado Porto Grande e Orlinha do povoado São Brás (Socorro) e nas adutoras de Telha e de Amparo. O efetivo do CBMSE também se encontra no povoado Ilha do Ouro (Porto da Folha), na Barragem do Campo do Brito e na Prainha de Canindé.

De acordo com o diretor Operacional do CBMSE, tenente-coronel BM Fábio Cardoso, o planejamento estratégico foca nos eventos carnavalescos que possuem área para banho por conta do aumento dos índices de afogamento neste período. “A orientação que damos aos foliões que vão aproveitar o carnaval em área de banho é de que observem as sinalizações que indicam perigo e que não permitam o banho naquela área em razão de algum risco. Alertamos também para que tenham cuidado com as embarcações, atentando-se aos locais apropriados e regras para uso”, aconselhou.

Fonte e foto: Ascom/CBMSE 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *