Mega-Sena vai pagar mais R$ 6 milhões neste sábado
26 de dezembro de 2015
Leia o resumo dos jornais deste sábado
26 de dezembro de 2015
Exibir tudo

CC’s custam R$ 130 milhões ao governo de Sergipe

O governo gasta uma pequena fortuna por ano para manter 4.256 comissionados

Mais de R$ 130 milhões por ano. Esse é o valor que o governo de Sergipe gasta com os 4.256 cargos comissionados existentes no serviço público estadual. O dado foi extraído do estudo feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe (Sintese), com base em informações publicadas no Diário Oficial do Estado e no Portal da Transparência do Estado de Sergipe. Foram pesquisadas todas as secretarias estaduais, empresas públicas e autarquias.

A pesquisa tomou como base os meses de maio, junho e julho de 2015. Além dos contracheques e remunerações de todos os CC’s, também foram conferidos os cargos criados e extintos no mesmo período. Com relação às remunerações não foram contabilizadas as gratificações como auxílio transporte, natalina, férias, retroativos.

“O alto número de cargos comissionados comprova o que temos denunciado. Não há política de valorização para os servidores públicos efetivos. O que vemos é uma avalanche nas nomeações de cargos comissionados. Enquanto isso os servidores da administração geral estão sem reajuste há 3 anos e os professores sem o reajuste do piso”, aponta a presidenta do Sintese, Ângela Maria de Melo.

Balcão de negócios

A Secretaria de Estado da Educação é a secretaria que conta com o maior número de CC’s  e FC’s  (no total 931) do governo. Parte disso justifica-se pelo fato dos diretores das escolas e coordenadores, mas apesar dessa situação, o número de cargos comissionados ainda é grande. O gasto com eles chega a quase 2 milhões de reais mensais.

Cabide de Empregos

De acordo com o Sintese, o maior gasto do governo Jackson Barreto (PMDB) em CC’s está na Secretaria de Estado da Casa Civil. Para pagar 433 CC’s e FC´s o governo gasta mensalmente mais de R$ 1 milhão (mais do que é gasto de CC’s em áreas estratégicas como Segurança Pública e Saúde). “É lá que estão quase todos os maiores salários dos cargos comissionados”, informa o Sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *