Bancos fazem mutirão para negociar dívidas em atraso
2 de dezembro de 2019
Innovation Center premiado como melhor projeto de TI
2 de dezembro de 2019
Exibir tudo

Oposição sergipana lava roupa suja em público

Senador Alessandro é tido por Rodrigo Valadares com um líder fraco

A oposição sergipana caminha para chegar esfacelada na campanha eleitoral de 2020. Em vez de se unirem contra o governo estadual, os oposicionistas vivem trocando farpas entre eles. O desencontro de opiniões e o projeto pessoal do deputado Rodrigo Valadares (PTB) desfez na Assembleia o Grupo G4, que era formado pelo petebista e pelos colegas de oposição Kitty Lima, Georgeo Passos e Samuel Carvalho, todos do Cidadania.

Pré-candidato a prefeito de Aracaju, Rodrigo Valadares fez duras criticas ao senador Alessandro Vieira (Cidadania) só porque este insinuou que não o apoiava no projeto para 2020. “Ele só vai apoiar na disputa pela Prefeitura quem quiser se candidatar apenas para cumprir tabela, marcar posição. Tudo isso para que ninguém lhe faça sombra em 2022. Típico de um ‘líder’ inseguro”, fustigou o petebista.

Defesa do senador

O senador não respondeu as provocações de Rodrigo. Quem saiu em defesa de Alessandro foi o empresário Milton Andrade (Novo): “Deputado, fale por você. Emília Corrêa faz parte do agrupamento e é uma possível candidata de todo grupo à Prefeitura. Já quem tem como únicas bandeiras a agressão e incoerência realmente não está nos planos do agrupamento apoiar alguém com esse perfil”, disparou Milton, que sonha disputar a Prefeitura da capital com o apoio do senador.

O ex-deputado federal André Moura (PSC) também resolveu entrar na briga oposicionista. Entrevistado pelo portal Universo Político, o hoje secretário do governo carioca partiu pra cima de Alessandro, que o derrotou na última disputa para o Senado. Após dizer que não reconhece Vieira como líder da oposição em Sergipe, Moura indaga “o que ele fez por Sergipe neste 1º ano de mandato”. André garante que mesmo sem ter sido eleito já realizou mais pelo estado do que o senador, que teve 474.449 votos nas eleições passadas.

Aposta no mesmo

O PSB do senador Antônio Carlos Valadares tem se mantido distante da briga entre os oposicionistas, porém não está sabendo tirar proveito disso. Em vez de abrir a discussão com a outra banda da oposição sobre as eleições de 2020 em Aracaju, o partido de Vavá caminha para lançar como candidato a prefeito o ex-deputado federal Valadares Filho, derrotado em 2016 e 2018, respectivamente, nas disputas para a Prefeitura e para o governo de Sergipe. Dizem que se perder novamente em 2020 vai pedir música no Fantástico.

E assim, entre tapas e beijos, a oposição sergipana caminha para o esfacelamento total. Nem precisa dizer que o comunista Edvaldo Nogueira, prefeito da capital e candidato a reeleição, assiste a tudo de camarote. Mesmo com o mandato cassado e enfrentando uma crise econômica sem precedentes no estado, o governador Belivaldo Chagas (PSD) é outro que torce pelo agravamento da briga dos oposicionistas, pois enquanto eles trocam farpas esquecem de criticar os inúmeros problemas do governo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *