Comércio vende mais
14 de novembro de 2017
BNB em Sergipe renegocia R$ 165 milhões em dívidas rurais
14 de novembro de 2017
Exibir tudo

Empresários teriam fraudado R$ 150 milhões

Um grupo de empresários é acusado de promover crimes contra a ordem tributária

O Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) da Polícia Civil e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) deflagraram, nesta terça-feira (14), a Operação Ceres, a deusa do Cereal e da agricultura.

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão nas cidades sergipanas de Itabaiana, Lagarto e Campo do Brito. São cumprimentos de busca e apreensão para apreender mídias e dispositivos eletrônicos que contenham controles de estoque de mercadorias e vendas e documentos que proponham condutas ilícitas.

As investigações levaram à existência de práticas ilegais envolvendo um grupo de empresários, que promove crimes contra a ordem tributária. Há suspeitas de que com os crimes praticados pelos empresários, o estado deixou de arrecadar quase R$ 150 milhões por conta de fraudes para o recolhimento de ICMS.

O nome da Operação: Ceres, a deusa do cereal e agricultura, deve-se ao fato dos investigados comercializarem vários produtos ligados ao ramo agrícola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *