Rapaz é preso com cocaína e dinheiro
17 de julho de 2015
Boa parte da Grande Aracaju fica sem água até o início da tarde
17 de julho de 2015
Exibir tudo

Culpa é da Prefeitura

Adiberto de Soiza

A Prefeitura é única culpada pelo crescimento do transporte clandestino de passageiros em Aracaju. O elevado preço das passagens de ônibus, a falta de uma fiscalização para impedir que as empresas baguncem o sistema e a ausência de uma política definida para o setor, estimulam a pirataria. Diante de tudo isso, desempregados resolvem fazer renda transportando passageiros. E, sem outra opção, as pessoas pagam caro para se aboletarem em inseguros carros velhos e motocicletas. Portanto, de nada adianta apertar a fiscalização ou aumentar o valor das multas aplicadas aos clandestinos. Enquanto a Prefeitura não tiver coragem de exigir das empresas de ônibus que ofereçam um serviço de qualidade e com preços razoáveis, o aracajuano continuará colocando a vida em risco para se deslocar pelas ruas e avenidas da capital em veículos caindo aos pedaços e dirigidos sabe-se lá por quem.

Boca de siri

A Justiça Eleitoral e o Ministério Público Federal silenciaram sobre o depoimento prestado ontem por Nollet Feitosa. O moço é acusado de ser o elo entre os deputados estaduais e as suspeitas entidades beneficiadas com verbas de subvenção da Assembleia. Nollet chegou ao fórum calado e saiu mudo. O que será que ele disse de tão bombástico para ninguém querer abrir o bico?

Inimigos do povo

Você ainda lembra quais foram os vereadores que votaram a favor do exagerado aumento do IPTU em Aracaju? Além de Vinícius Porto (DEM), que encaminhou a votação pela aprovação, foram favoráveis a este absurdo Anderson de Tuca (PRTB), Robson Viana (PMDB), Dr. Agnaldo Feitosa (PR), Adelson Barreto Filho (PSL), Manoel Matos (DEM), Valdir Santos (PT do B), Renilson Felix (DEM), Dr. Gonzaga (PMDB), Ivaldo José (PSD), Augusto do Japãozinho (PRTB), Jailton Santana (PSC), Adriano Taxista (PSDB) e Agamenon Sobral (PP). Lembre-se deles em 2016.

Ideb baixo

A Faculdade Estácio Fase sugeriu à Secretaria Estadual da Educação a realização de um debate sobre a qualidade do ensino básico em Sergipe. Satisfeito com a vontade da instituição em contribuir com a melhoria da educação fundamental, o secretário Jorge Carvalho convidou os gestores e professores da faculdade para assistirem a uma exposição sobre a qualidade do ensino em Sergipe. Será no próximo dia 24, na sede da Secretaria.

Pela Ordem

E o criminalista Manoel Caccho lança, hoje à tarde, o movimento “Pensar Direito – a OAB que nós queremos”. Marcado para Espaço Chica Chaves, zona norte de Aracaju, o ato marca o lançamento da candidatura de Caccho à presidência da seccional sergipana da OAB. “É fundamental resgatar o papel de entidade que defende os interesses dos advogados”, discursa o experiente causídico.

Título protestado

De um cachaceiro, ao saber que o título de cidadão aracajuano para Galvão Bueno foi aprovado por todos os vereadores: “Como já dizia Nelson Rodrigues, toda unanimidade é burra”. Tá certo!

Terreno de Marinha

O deputado federal Laércio Oliveira (SD) integra a Comissão Especial para discutir a PEC 39/2011, que extingue o instituto jurídico dos chamados terrenos de marinha. Pela Constituição, essas áreas pertencem à União, que cobra pela sua utilização. “Milhões de pessoas no Brasil pagam uma taxa de 5% do valor do terreno onde moram ou exploram comercialmente”, afirma o parlamentar.

Missa por Bocão

Será celebrada, às 19h de hoje na Igreja São José, em Aracaju, Missa de 7º Dia em sufrágio da alma do ex-vereador e ativista político Rosalvo Alexandre, o “Bocão”. Ele morreu na madrugada do último sábado, aos 69 anos de idade, vítima de complicações neurológicas.

Previdência

O governador em exercício de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSB), participa hoje em Teresina de reunião com os demais colegas do Nordeste. Os nove governadores vão propor ao Ministério da Previdência Social um modelo de previdência complementar para reduzir o déficit nesta área. Os estados passam pela aflição de investir em previdência algo que corresponderia ao orçamento da segurança pública, da educação ou da saúde. Uma lástima!

João não fez

Em discurso na Câmara Federal, o deputado Valadares Filho (PSB) fez duras críticas ao prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). “Ele completou 30 meses de uma administração que transformou a Prefeitura num verdadeiro atraso da gestão pública”, frisou. Pré-candidato a prefeito da capital em 2016, o parlamentar concluiu afirmando que “a população foi iludida com promessas mirabolantes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *