Jornalismo, profissão de risco
23 de fevereiro de 2016
BNB financia R$ 5,7 milhões para mineradora em Sergipe
23 de fevereiro de 2016
Exibir tudo

Crise financeira ameaça Feira Agropecuária de Sergipe

A dificuldade em arrecadar recursos pode inviabilizar o evento

A Feira Agropecuária do Estado de Sergipe, maior evento do setor no Estado e realizado entre os meses de fevereiro e março, corre o risco de não acontecer este ano. Em reunião com os produtores e agricultores, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (FAESE), Ivan Sobral, comunicou que o evento pode ser inviabilizado pela falta de recursos.

“Estamos atravessando uma fase crítica e conturbada na economia do Brasil. A dificuldade em arrecadar recursos é enorme. As empresas e instituições estão retraídas e cautelosas com relação a repasse de dinheiro e investimento em eventos. Ainda temos esperanças de o governo estadual aportar recursos para a concretização desse evento, afinal, o Executivo precisa apoiar eventos para a classe produtora que é o setor primário”, explica Ivan.

Segundo o presidente da FAESE, uma feira é um verdadeiro balcão de negócios, onde os produtores e agricultores vendem e compram animais com melhoramento genético e garantia de qualidade, como também é um momento de expor seus animais, participando de competições, torneios e palestras técnicas. “É um momento muito importante para a agropecuária sergipana”, explica Ivan Sobral.

Durante a reunião, foi firmado o compromisso de que a Federação continuará o empenho em busca de apoio dos agentes financeiros e da iniciativa privada para apoiar a Feira. A direção da FAESE também aguarda um posicionamento do governo do Estado. Já houve até um encontro com o secretário de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca, Esmeraldo Leal. Na ocasião, houve o comprometimento do secretário em buscar meios junto ao Governo do Estado através de patrocínio para a edição da Feira 2016.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *