Leia o resumo dos jornais deste sábado
12 de agosto de 2017
Menino negro, vendido pelo pai como escravo, virou advogado
12 de agosto de 2017
Exibir tudo

Caravana de Lula terá segurança reforçada

Lula chegará em Sergipe no próximo dia 20, devendo e permanecer dois dias no estado

Marcada para começar na próxima quinta-feira, a Caravana de Lula pelo Nordeste receberá reforço na segurança. Segundo reportagem publicada, neste sábado (12), pela Folha de São Paulo, Integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e de sindicatos rurais acompanharão, em suas motos, a chegada de Lula às cidades do interior do Brasil.

Um dos responsáveis pela organização da caravana e vice-presidente do PT, ex-deputado federal sergipano Márcio Macedo, afirma que uma equipe será encarregada de vistoriar as cidades visitadas antes da chegada de Lula. “Haverá precursora política, de comunicação, e de segurança, como em todos os atos em que o presidente Lula participa”, diz Macedo.

Escalado no PT para organização da viagem, Macedo diz também que “a segurança de Lula é compatível com o fato de ele ser ex-presidente da República e a maior liderança política e popular do país”. Ele revelou que militantes de movimentos de esquerda escoltarão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a viagem. O cortejo tem dupla função: atrair atenção e intimidar os opositores do ex-presidente. Os dirigentes nacionais do MST se dividirão para coordenar a recepção a Lula, que visitará 25 cidades.

Embora a segurança do ex-presidente fique a cargo da GSI (Gabinete de Segurança Institucional), da Presidência, uma equipe do Instituto Lula procurou as Casas Militares dos governos estaduais para discutir medidas complementares para sua proteção. Presidente do instituto, Paulo Okamotto, afirma que foi um “mero gesto de educação”. A assessoria do ex-presidente explica que é um procedimento de praxe.

Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *