Produtos de limpeza intoxicam mais
18 de maio de 2020
Senador propõe construção de um plano de distanciamento
18 de maio de 2020
Exibir tudo

André Moura está na corda bamba

André chegou ao governo do Rio logo após ter perdido as eleições

O ex-deputado federal André Moura (PSC) estaria com os dias contados na Secretaria da Casa Civil do Rio de Janeiro. Segundo publicou, nesta segunda-feira (18), a coluna Radar, da revista Veja, o governador Wilson Witzel (PSL) está insatisfeito com a articulação política promovida pelo político sergipano e “já busca nomes para substituírem o secretário. É o que dizem os bastidores da política fluminense”, escreve o articulista Robson Bonin.

A coluna Radar revela, ainda, que o governador Witzel tem confidenciado a aliados a impressão de que André Moura, antigo aliado do ex-deputado federal e presidiário Eduardo Cunha (MDB), é o grande responsável pela crise que seu governo vive neste momento. O ex-deputado foi levado para o governo carioca pelo Pastor Everaldo, presidente do PSC, partido comandado de André em Sergipe.

Posse em outubro

André Moura está na Secretaria da Casa Civil do Rio de Janeiro desde outubro do ano passado. Ele foi convidado pelo governador Wilson Witzel logo após ter sido derrotado na disputa por uma das duas vagas para o Senado. Deputado federal por dois mandatos, André Moura fez parte da tropa de choque do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Também foi líder do governo Michel Temer (MDB) no Congresso.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *